Blogsandovalmello

domingo, 13 de maio de 2018

Candidatura de Marília Arraes está se tornando irreversível, e no próximo domingo acontece mais um ato de apóio em Recife

Enquanto Paulo Câmara (PSB), com o apoio do senador Humberto Costa (PT), tenta tirar Marília Arraes (PT) da disputa pelo Governo de Pernambuco, a vereadora consegue cada vez mais apoios importantes ao seu projeto político. Esta semana foi a Brasília e conquistou a simpatia de importantes deputados federais do partido. O ex-prefeito Fernando Haddad, homem de confiança do ex-presidente Lula, também endossou a pré-candidatura da neta de Arraes, ao fazer-lhe elogios e considerá-la um fenômeno político. Aqui no Estado, a petista tem o apoio das bases do partido na capital e interior. Também estão com ela a juventude do PT e lideranças do porte de Tereza Leitão e Fernando Ferro. Este último, natural de Bom Conselho e com fortes ligações com Garanhuns fez críticas a Humberto Costa por querer se aliar ao PSB, partido que ajudou os golpistas a derrubar Dilma e colocar Temer no poder. Para Fernando Ferro, basta a frase do prefeito Geraldo Júlio (que ficou guardada na memória de muitos) dizendo “temos que tirar essa mulher”, em referência ao impeachment de Dilma, para inviabilizar uma aliança entre petistas e socialistas. No Recife, no domingo, dia 20 deste mês será realizada uma plenária pela candidatura de Marília. Já está se fazendo uma grande divulgação (e mobilização) do ato político, que pode alavancar de vez o nome da neta de Miguel Arraes. Os que criticam Humberto Costa e seu grupo, por querer se aliar a Paulo Câmara, só veem uma explicação para seu posicionamento político à direita: quer tentar se reeleger senador ou se eleger deputado federal com o respaldo da máquina estadual e está com ciúmes e inveja da ascensão de Marília Arraes, que passou a ser o grande nome do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco e já é conhecida e respeitada inclusive nacionalmente. Na última pesquisa eleitoral divulgada no Estado, realizada pelo Instituto Múltipla, Marília ficou empatada com Paulo Câmara e um pouco à frente de Armando Monteiro. Na pesquisa, quando o nome da neta de Arraes é vinculado ao ex-presidente Lula ela chega a quase 50% das intenções de voto. Simpatizantes da vereadora e até partidários de Paulo e Armando estão convencidos de que se ela for candidata a eleição irá para segundo turno, com grandes chances do PT eleger o governador (a) de Pernambuco. O ato no Recife no dia 20 será prestigiado por diversos vereadores e lideranças do Agreste Meridional, de cidades como Garanhuns, Caetés, Capoeiras, Brejão, Saloá, Bom Conselho, Águas Belas, Angelim e Paranatama. Caravanas estão sendo organizadas para levar a militância.    Por Blog do Itamar França

Mensagem do vereador por Caetés Jocelino Ferreira a todas as mães

  A vocês, que nos deram a vida e nos ensinaram a vivê-la com dignidade, não bastaria um obrigado. A vocês, que iluminaram os caminhos obscuros com afeto e dedicação para que os trilhássemos sem medo e cheios de esperanças, não bastaria um muito obrigado. A vocês, que se doaram inteiros e renunciaram aos seus sonhos, para que, muitas vezes, pudéssemos realizar os nossos. Pela longa espera e compreensão durante nossas longas viagens, não bastaria um muitíssimo obrigado. A vocês, mães por natureza, por opção e amor, não bastaria dizer, que não temos palavras para agradecer tudo isso. Mas é o que nos acontece agora, quando procuramos arduamente uma forma verbal de exprimir uma emoção ímpar. Uma emoção que jamais seria traduzida por palavras. Parabéns a todas as mães de nossa Caetés!

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Maconha e celulares encontrados na cadeia de Capoeiras

A Polícia Militar apreendeu durante revista na cadeia de Capoeiras no Agreste de Pernambuco vários materiais ilícitos como porções de maconha, aparelhos de celulares com carregadores, chip, chuncho, e uma máquina artesanal para tatuar. Ainda segundo a polícia, a revista também visava inibir possíveis fugas e rebeliões. O material apreendido foi entregue na Delegacia de Polícia Civil.

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Compesa realiza concurso público

O edital para o novo concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi publicado hoje (24), no Diário Oficial do Estado, para ampliação e renovação do quadro profissional da empresa. Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a companhia segue seu planejamento estratégico de expansão e melhoria da governança corporativa: “Temos realizado concursos a cada dois anos para fazer face ao grande volume de investimentos do programa do governador Paulo Câmara, oxigenando e ampliando o quadro de colaboradores”, ressaltou Tavares. Foram disponibilizadas 63 vagas para os níveis médio, médio técnico e superior, com salários que variam de R$ 1.442,36 a R$ 6.743,28 - também está prevista a reserva de vagas para pessoas com deficiência. As inscrições iniciam na próxima segunda-feira (30/04) e podem ser feitas até o dia 4 de junho de 2018, no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do certame. O edital também já está disponível no site da FGV http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/compesa2018 O prazo limite para pagamento do boleto referente à inscrição é o dia 06 de junho. O valor da inscrição é de R$ 69,00 para nível médio e médio técnico, R$ 79,00 para Analista de Gestão e R$ 89,00 para Analista de Saneamento. Foram disponibilizadas 28 vagas para o cargo de Assistente de Saneamento e Gestão (nível médio), cuja especialidade é de Assistente de Gestão e Serviços Comerciais, e outras 11 vagas para Assistente de Saneamento e Gestão (nível médio técnico) distribuídas nas especialidades de Técnico em Contabilidade e Técnico Operacional com habilitação em Desenho Técnico, habilitação em Topografia, habilitação em Mecânica, e habilitação em Edificações. Para os cargos de nível superior, foram disponibilizadas 24 vagas, sendo nove para Analisa de Gestão e 15 para Analista de Saneamento. Para concorrer a uma das vagas de Analista de Saneamento, os profissionais precisam ter formação nas engenharias Elétrica com habilitação em Eletrônica, Elétrica com habilitação em Eletrotécnica, Química, Civil e Cartográfica. Já para as vagas de Analista de Gestão, os candidatos precisam ter formação em Administração, Ciência da Computação ou Sistema da Informação e Enfermagem com espacialização em Enfermagem do Trabalho. O prazo de vigência do concurso será o período de um ano, sendo prorrogável por mais um ano e as primeiras contratações estão previstas para 2019. Como a Compesa é uma sociedade de economia mista, os contratados serão submetidos ao regime jurídico estabelecido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e prevê o cumprimento da carga horária de 200 horas, por mês. Além da remuneração inicial, os empregados da companhia são contemplados com política que prevê progressões salariais por mérito e antiguidade, bem como participação nos resultados. Os funcionários recebem atualmente os benefícios de vale-alimentação ou refeição, auxílio-educação e plano de saúde, plano odontológico (empregado e dependentes) e previdência privada – sendo estes três últimos benefícios opcionais, mediante contribuição por parte do empregado. O salário e os benefícios têm como base de referência o mês de janeiro de 2018 e podem sofrer alterações de conteúdo ou de valores, inclusive por atualização do Acordo Coletivo de Trabalho. As vagas oferecidas são para atuação em qualquer uma das unidades da Compesa em Pernambuco, e serão alocadas de acordo com a necessidade da companhia. A última vez que a Compesa realizou um concurso público foi no ano de 2016 – os anteriores foram nos anos de 2006, 2007, 2009, 2012 e 2014.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Carreta roubada com carga de medicamentos é encontrada na zona rural de Caetés

ji na tarde desta terça-feira (17), a viatura do GATI 9º BPM localizou uma carreta de marca Iveco Stralishd/ Randon na cor branca de placa CUE-4179 e EFW-2690, cabine e carroceria respectivamente, ambas com queixa de roubo, foram localizadas na zona rural da cidade de Caetés próximo a Serra do Tará no Sítio Pau Ferro, o veículo foi localizado próximo a uma casa abandonada. Logo se percebeu os cadeados da carroceria rompidos e várias caixas de medicamentos no interior da carreta, que segundo funcionários da empresa a carga está avaliada em R$ 1.300.000,00 (Um Milhão e Trezentos Mil Reais). Portanto o veículo e a carga foram entregues na 18ª DESEC, onde ficaram sob responsabilidade do delegado de plantão. FONTE: AGRETE VIOLENTO

Após visita de onze senadores a Lula, alguns falam que ele está vivendo em regime de solitária

Onze senadores visitaram o ex-presidente Lula na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o petista está preso desde o último dia 7 de abril. Em entrevistas a jornalistas na saída do ato, os senadores reafirmam a situação de “preso político” do ex-presidente e se disseram “indignados” com as condições da prisão. O senador João Capiberibe (PSB-AP) relatou as condições da sala que se encontra-se o ex-presidente isolado. “Tem condições razoáveis. A sala é limpa, tem banheiro limpo, armário, livros para ele ler. Mas temos uma grande preocupação. Eu tenho 70 anos e ele tem 72. É um homem interativo e passava os dias ativos. E hoje ele está isolado. Essa é a nossa grande preocupação”, contou. Capiberibe ressaltou que deve-se ter um tratamento diferenciado ao petista, já que é líder nas pesquisas na corrida à presidência da república. “Ele é um preso político. Tem hoje 35% da preferência do eleitorado brasileiro. É um caso raríssimo da história do nosso país”. A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) ressaltou que o ex-presidente está preocupado com a situação do país. “Ele está menos preocupado com ele e mais preocupado para reestabelecer o estado de direito do país. Foi o que ele mais enfatizou. O quanto devemos intensificar a nossa luta pela democracia”. Já Lindbergh Farias (PT-RJ) se disse indignado. “Saímos com indignação. Vendo ele nessa situação e ele tentando nos jogar par acima o tempo todo. Ele está escutando tudo que as pessoas estão fazendo. Enquanto Lula estiver preso estaremos acampados aqui”. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente do PT nacional, afirmou que há pedidos de retira-lo do isolamento. “É uma barbaridade essa situação. Como é que deixam um ex-presidente nessa situação. A lei garante que ele receba visitas. É um regime de exceção?”. A senadora baiana Lídice da Mata (PSB) também esteve na comitiva. "O que vimos foi um homem que continua a estimular a melhoria da vida dos brasileiros. Em nenhum momento esteve para baixo. Não podemos dar continuidade ao isolamento de Lula. Ele disse que faz exercício porque ele precisa para manter a saúde. Mas ele precisa muito mais desse calor e amor que vocês estão passando para ele". A comissão vai se reunir nesta quarta-feira (18) e produzir um relatório. De acordo com os senadores será registrado que o ex-presidente está vivendo “em regime de solitária”. Por: Juliana Nobre/Via BNews

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Armando Duarte fala sobre o concurso público em entrevista a Eduardo Peixoto na rádio Jornal

Em entrevista ao apresentador Eduardo Peixoto nesta terça (03) na Rádio Jornal Garanhuns o prefeito de Caetés Armando Duarte falou sobre vários assuntos relacionados a Caetés a entrega de peixes que aconteceu na semana santa falou sobre as obras de creches e escolas que estão em andamento e falou principalmente sobre o concurso público que segundo ele pediu um novo prazo ao ministério público para realização do certame, mais que o prazo foi dado até julho desse ano e que a maioria das vagas serão para professores. Duarte garantiu que todos os procedimentos para realização do referido concurso já estão em fase de adequação.

Candidatura de Marília Arraes está se tornando irreversível, e no próximo domingo acontece mais um ato de apóio em Recife

Enquanto Paulo Câmara (PSB), com o apoio do senador Humberto Costa (PT), tenta tirar Marília Arraes (PT) da disputa pelo Governo de Perna...